Destaque Lançamento

Alberto Caeiro X Alberto Guzik da série Fernando Pessoa 4 X 4 (DOWNLOAD)


De R$ 19,90
Por:
R$ 11,90
Economize  R$ 8,00
 

A série de audiolivros Fernando Pessoa 4 X 4 registrou em áudio os poemas de Fernando Pessoa e seus três principais heterônimos com quatro atores diferentes. Para gravar os escritos de Alberto Caeiro, convidamos o ator Alberto Guzik, que fez as gravações em 2009. Depois das gravações feitas e revisadas, em junho de 2010, Guzik faleceu. Passaram-se cinco anos de amadurecimento desta obra. A voz de Guzik está suave no áudio, amalgamada à voz de Caeiro. Guzik conhecia como ninguém a obra de Fernando Pessoa. Trouxe para o estúdio várias edições de diferentes poemas, todas anotadas e, às vezes, corrigidas. Além de ler os poemas, fez as vezes de organizador, diretor e revisor do trabalho. Com sua simplicidade de apenas “ser”, de apenas enxergar as coisas, que são “só coisas”, como dizia Caeiro, Guzik sensibilizou todos que estiveram no estúdio nas duas tardes em que gravou. Nas palavras de Caeiro e na voz de Guzik em A espantosa realidade das cousas, “basta existir para se ser completo”.

Nesta coletânea, Affonso Romano de Sant´anna nos fala sobre o amor em 26 crônicas.

A série de audiolivros Fernando Pessoa 4 X 4 registrou em áudio os poemas de Fernando Pessoa, ele mesmo, e seus três principais heterônimos com quatro atores diferentes.

Contém os seguintes poemas, separados por faixas: 1 Eu nunca guardei rebanhos / Sou um guardador de rebanhos / Olá, guardador de rebanhos 2 O meu olhar nítido / O meu olhar azul / O que nós vemos 3 Há metafísica bastante em não pensar em nada / Acho tão natural que não se pense / Pensar em Deus 4 Num dia de verão / Esta tarde a trovoada caiu / Ao entardecer / No entardecer dos dias de verão 5 Ontem à tarde / Li hoje / Os pastores de Virgílio / Deste modo ou daquele modo 6 Não me importo com as rimas / Há poetas que são artistas / As quatro canções 7 Quem me dera / Quem me dera que eu fosse o pó da estrada / Se eu pudesse 8 Da minha aldeia / O Tejo é mais belo / As bolas de sabão 9 Às vezes / O mistério das cousas / Só a natureza é divina / No meu prato 10 Nem sempre sou igual / Se quiserem que eu tenha um misticismo / Pobres das flores / Se às vezes digo que as flores sorriem / Passou a diligência / Bendito seja o mesmo sol / Como um grande borrão 11 O luar / O luar quando bate na relva / Passa uma borboleta / Antes o voo da ave 12 Acordo de noite / Num dia excessivamente nítido / Um renque de árvores / Da mais alta janela da minha casa 13 Meto-me para dentro / Aquela senhora tem um piano / O pastor amoroso / Quando eu / O amor é uma companhia / Vai alta no céu / Passei toda a noite 14 Todos os dias / A espantosa realidade das cousas / Dizes-me / Falas de civilização / A guerra / O único mistério do universo / O universo / Noite desce / É noite 15 Gozo os campos / Quando está frio / Seja o que for / Se o homem fosse / Navio que partes 16 Se eu morrer novo / Se depois de eu morrer / O que ouviu os meus versos / Também sei fazer conjeturas / Tu, místico / Todas as opiniões / Estas verdades / Verdade, mentira / Vive

Deixe seu comentário e sua avaliação


Características


    Confira também